Às vezes perdemos a motivação de buscar o que realmente nos faz feliz, ou simplesmente temos medo de falhar novamente. Temos que lembrar que a cada etapa que ultrapassamos, temos um pouco da nossa dependência diminuída. Com o tempo, todas aquelas atividades que dependiam da presença do outro, passam a serem feitas com total autonomia. Muitas vezes estarmos acostumadas a viver com uma pessoa, com isso, podemos relacionar a solidão como algo negativo ou restritivo. Como se permanecer algum tempo sozinha não pudesse ser prazeroso, muito menos originar alguma alegria. Nem todo mundo visualiza a independência como algo fácil, para muitas, fazer algo sozinha é como se fosse uma tortura, vendo a solidão sempre como o pior de todos os caminhos. O problema é que em algumas situações, somos obrigadas a fazer nossas escolhas sozinhas, mas com o passar do tempo isto se torna cada vez mais constante e inevitável. O recomeço sempre traz algo positivo e nunca devemos parar de tentar. Nunca desista de recomeçar, pois sempre que algo chega ao fim, uma nova estrada se abre à nossa frente. Viva na esperança de dias melhores e persista até algo de bom acontecer. Dê um passo em frente, fale o que tem a dizer, não tenha medo de inovar. Há bênçãos incríveis que podem estar à sua espera, mas primeiro você precisa sair do seu lugar.
Susete Pasa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.