O fato é que nós não podemos mudar o passado, mas podemos dar um novo sentido a ele. Não adianta ficar remoendo, punindo ou lastimando sobre algo que já aconteceu. Todos os dias ganhamos um “presente” que é estarmos vivas. Se formos capazes de acreditar em nós mesmas, de investir em nossos sonhos, certamente o universo tenderá a conspirar a nosso favor. Não é simples ou fácil, mas é poderoso. Eu mesma sou um exemplo de que é possível dar a volta por cima, de ressignificar o passado e escrever um futuro novo e brilhante. Eu poderia me sentir uma fracassada, uma vítima, uma coitada do meu ex marido. Mas não, rompi com o ciclo do abuso e do “coitadismo”, arregacei as mangas e fiz o melhor que pude com o que a vida que tinha pós rompimento. Escrevi a minha história e me reinventei. Algo que parecia um sonho distante para alguém com o meu passado traumático. Eu consegui concretizar o meu sonho. Hoje, o meu objetivo é fazer com que todas mulheres descubram a vencedora que há escondida dentro delas. Infelizmente a nossa cultura prega a felicidade como algo contínuo. Como se a dor devesse ser evitada a qualquer custo. Mas todas nós temos a nossa cobertinha da amargura. Sinta a sua dor. Precisamos nos recolher embaixo dela, permitindo-nos sentir a dor, experimentá-la, em vez de simplesmente fingir que ela não existe. É preciso ser honesta com os nossos próprios sentimentos e entender que, por pior que seja, tudo vai passar. E passa mesmo. Eu te garanto. Vivemos num mundo regido pela lei da impermanência. Nada é para sempre. Tudo está sempre em transformação. Se movimente, no seu tempo, e liberte-se de tudo que te calou.
Susete Pasa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.