A palavra FIM, já assusta em seu significado por si só, pior é quando pensamos em por fim em um relacionamento abusivo, onde existe uma dependência emocional. Não existe uma fórmula para curar a dor do fim, nem uma maneira fácil de chegar ao ponto de conversar sobre o término. Isto, porque é muito difícil colocarmos um ponto final em qualquer assunto em nossas vidas, e em um relacionamento não seria diferente, principalmente quando existe a dependência emocional e quando o relacionamento é abusivo. O comodismo também é um grande causador desse medo de terminar,afinal você pensa: “mas no fundo ele é uma boa pessoa”. Ele é bom mesmo? Você se vê nesse relacionamento pelo resto de sua vida? Você quer realmente sentir essa angústia e dúvida por vários anos? Isto é suportável para ti?

São vários questionamentos. A tentativa de superar os problemas se tornam mais desgastantes do que proveitosas. A sensação de que: “uma hora isso vai passar”, induz a pessoa a continuar. Os assuntos que eram para fazer parte do passado são novamente trazidos à tona, um sinal de que aquilo não foi perdoado ou compreendido.

Sentimento de pena, este é um dos piores motivos que fazem a vítima permanecer. Saiba que você não conseguirá se manter “para sempre” da mesma forma, quando ele perceber que você não é “mais a mesma”, a dor será pior. E esse seu receio de causar tristeza à alguém que você respeita, te causará mais dor ainda.

Medo de arrepender. Não existe mais nada que sustente a relação, mas você imagina a pessoa com outro alguém e sente aquele misto de inveja e arrependimento, afinal, ela pode encontrar outra pessoa com quem dê certo, e então estará diante da ideia de que você nunca encontrará alguém tão bom quanto seu ex. Perca o receio de errar, de perder algo. Você sofre do medo de não conseguir ser feliz após o término, mas esse relacionamento já te faz infeliz.

Status! em pleno século XXI e ainda tem gente que tem a ideia de que estar casado é sinal de superioridade em algo. Realmente em sua vida é mais importante uma aliança do que ser verdadeiramente feliz?

Questões financeiras. A questão financeira está relacionada aos bens que adquiriram com muito esforço juntos. Não é somente o problema de dividir, mas o de imaginar outra pessoa usufruindo daquilo que vocês dois lutaram para ter. Nesses momentos é melhor não pensar no que ficará para trás, mas sim, em tudo que você irá construir. Estes são alguns dos motivos que impedem que as pessoas se separem, as fazendo viver em um relacionamento triste e sem perspectivas de melhorias.

Não tenha medo do novo, supere seus medos, afinal, você já foi forte para tantas coisas, e todo final só nos aponta a possibilidade de um novo começo. Não desperdice suas emoções gerando ódio, pois as situações que vocês passaram juntos não são para serem esquecidas, elas fazem parte de sua vida. Todas elas contribuíram para a formação da pessoa que você é hoje, assim como tudo que você acumulou até aqui.

Susete Pasa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *